quarta-feira, 30 de março de 2011

A mania das Grandezas VS a cepa torta!

No meu grupo de Amigos, de adolescente, eramos uns 30, assim à vontadinha.
Por força das circunstâncias, fomo-nos afastando, dando o Grande grupo, lugar a pequenos grupos
que continuaram a relacionar-se.
Andamos a combinar um jantar para breve.
O curioso é constactar que a disponibilidade e os estilos de vida,
mudaram radicalmente, e não se consegue um consenso.
Nem no dia, nem nas horas, nem no local, nem nos convidados.
Lá porque uns fizeram mestrados, doutoramentos e afins, e os outros não passaram da cepa torta,
isso não significa que não tenham um passado em comum.
A maturidade não devia ser sinónimo de complexidade.
Se antigamente marcavamos jantares de um dia para o outro, hoje não é assim.
Se há uns anos já existiam incompatibilidades, agora são ódios de estimação.
O Status, os companheiros, os filhos... em vez de orgulho, são uma desculpa.
Uma justificação para não serem as pessoas que eram, as que eu conheci.
Renegar as raizes, as amizades, devia dar pena de prisão.
Somos aquilo que queremos.

1 comentário:

Rodrigo. disse...

Adoro o blog e já estou a seguir...
Se quiseres, claro, passa no meu - http://odiariodorodrigoa.blogspot.com/